Rua 17 A, n.525, sala 6, Galeria Maria Cézar - Goiânia/GO   |     email@exemplo.com   |     (800) 123-4567

Um dos recentes avanços da mamografia é a MAMOGRAFIA DIGITAL (computadorizada).

A mamografia digital se assemelha a convencional por usar raios X na produção das imagens porém o sistema é equipado com receptor digital e um computador ao invés de um filme cassete.
Na mamografia convencional as imagens são gravadas em filme.

O filme é revisado pelo radiologista no negastoscópio.

Com mamografia digital, a imagem mamográfica é capturada por um detector eletrônico especial de raios x o qual converte a imagem numa foto digital e pode ser revisado no monitor do computador.

O radiologista pode alterar a magnificação, orientação, brilho, contraste através do computador para verificar melhor áreas da mama.

A mamografia convencional demora de 30 minutos a uma hora para a obtenção do diagnóstico. Quando a imagem não é satisfatória o exame tem que ser refeito e a mulher expor-se a nova carga de radiação. Na mamografia digital os procedimentos são os mesmos, a mulher fica de pé, a pressão sobre o seio continua e segundo os médicos necessária para a superposição de tecidos e descobrir nódulos minúsculos e, em seguida um dispositivo eletrônico grava as imagens geradas pelo raio X, apenas 15 segundos após a exposição.

Os procedimentos são mais rápidos e a paciente recebe menor dose de raios X com maior qualidade diagnóstica, com menor número de repetições de exposições durante um exame.
Esta tecnologia permite que o resultado e as imagens sejam enviadas via Internet para qualquer parte do mundo.